CBNFOT191120180348 19/11/2018 Crédito: Luis Tajes/Divulgação. Gastronomia. Tábua de queijos do Gentil Café.

Café Gentil une comidinhas e requinte

Publicado em

Tarimbado por muitos anos de redação — ela nas letras, ele nas lentes —, o casal que se conheceu no Correio Braziliense trocou o jornalismo pelo sabor. Cristine Gentil e Luís Tajes há um ano e meio montaram Se essa rua fosse minha, o food truck itinerante que perambula pela cidade levando a bordo as melhores iguarias salgadas e doces.

Desde a primeira semana de novembro, um cardápio muito mais extenso vem sendo oferecido em local fixo, o bloco B da 410 Sul com o nome Gentil — Café Pausa & Prosa. “Mas esse negócio não é meu, é só da Cristine com a mãe e as irmãs”, informa Tajes. De fato, lá o repórter fotográfico atua somente como garçom nos horários mais concorridos, como na tarde do último sábado, que foi “quase um sufoco”, lembra Cristine.

Doces da mãe

19.11.2018. Credito: Luís Tajes/Divulgacao. Favas Contadas. As irmãs Cristine Gentil, Patrícia Gentil Peixoto e Michelle Gentil, proprietárias do Gentil Café, na 410 sul.

A inspiração veio pelos quitutes de Dona Sara Gentil, que há mais de 20 anos faz doces e bolos por encomenda, de acordo com sua agenda. “Nunca foi projeto dela se lançar no mercado”, lembra a filha jornalista. Agora, porém, a matriarca tem acúmulo de trabalho no estabelecimento que Patrícia, Cristine e Michelle decidiram abrir.

Todos os bolos — como o mesclado com calda quente e o de laranja com calda de limão, destaques do cardápio por R$ 11, a unidade —, tortas, como cheesecake com morango e docinhos (brigadeiro, casadinho e crocante) são de autoria de Dona Sara.

Já os salgados são elaborados pelo chef João Ferrão. De fora, só vêm os pães e croissants, linguiças e queijos artesanais. Servidos em tábuas, os queijos incluem acompanhamentos de damasco, mel, geleia da casa, cebola em conserva, presunto cru, lagarto e tomate confit.

Omelete no almoço

Um dos itens mais pedidos é a omelete. Pode vir com cogumelos, cebola e queijo artesanal (R$ 15) ou com creme de leite e bacon (R$ 12), ambas acompanhadas de torradas ou minissalada. Se preferir uma salada mais reforçada, há três opções: duas por R$ 28 com folhas variadas e uma por R$ 32, com agrião, alface americana, lâminas de rosbife, cebola roxa, molho de iogurte e torradas com manteiga de ervas.

Os pães de fermentação natural produzidos para o café entram nos sanduíches que valem uma refeição. O de baguete recheada com berinjela, abobrinha, pimentão amarelo e cebola grelhados sai a R$ 25.

Sinta-se em casa

19/11/2018 Crédito: Luis Tajes/Divulgação. Gastronomia. Bolo de laranja do Gentil Café.

Oriunda do Ceará, a família Gentil é pródiga na mesa e no carinho. “Lá em casa, nunca se sabia se iriam comer 20 ou 40, familiares e amigos dos amigos iam chegando e meus pais, servindo”, lembra Cristine. “A gente quer receber o cliente como se estivesse em casa, com requinte e hospitalidade”, resume.

Grãos especiais de Mogiana Paulista são usados no espresso tirado por uma barista, enquanto outro coa o café torrado pela Together com notas de chocolate amargo e amêndoas, extremamente delicioso. Você também pode adquirir o café em pó lá mesmo.

Igualmente especiais são as cervejas — algumas da Hop Capital, como a flor de hibisco (R$ 22,50). Harmonizam superbem com as brusquetas (R$ 13, quatro unidades) de shitake, abobrinha ou presunto cru com geleia de limão siciliano e hortelã.

Com 76 lugares na área externa, a casa funciona de segunda a sexta, das 12h às 20h, e aos sábados, das 11h às 21h. Tel: 3546-8651.