triste depois do sexo Foto: QUT Marketing & Communication Triste depois do sexo

40% dos homens já ficaram tristes ou choraram depois do sexo

Publicado em Pesquisas, Sexo e saúde

Sexo é prazeroso, logo, depois do sexo, todo mundo fica feliz. Certo? Nem sempre. As emoções e a forma de experimentar a sexualidade não são tão simples nem únicas, e muita gente fica triste depois do sexo. Alguns até mesmo choram ou se sentem irritados após uma relação sexual, mesmo que ela seja consensual e tenha levado ao orgasmo. De tão comum essa queixa, os médicos deram nome para o quadro: disforia pós-coito.

Como as queixas que chegam aos consultórios, na maioria das vezes, vêm de mulheres, a ciência até agora se preocupou mais em estudar o fenômeno entre elas. Um novo estudo, porém, publicado recentemente na revista especializada Journal of Sex & Marital Therapy, mostra que a sensação desagradável é bastante comum também entre homens.

O levantamento, feito por uma equipe da Escola de Psicologia da Queensland University of Technology, na Austrália, entrevistou 1.208 homens de diversos países, que responderam perguntas sobre suas vidas sexuais por meio de um questionário on-line. O resultado mostrou que o fato de os homens não tocarem muito no assunto não significa que eles não experimentem a disforia pós-coito.

Muito pelo contrário. Cerca de 40% dos entrevistados disseram que já se sentiram tristes ou choraram depois de transar em algum momento da vida. O índice dos que disseram ter reagido da mesma forma nas quatro semanas anteriores ao estudo foi de 20%. E os dados mostraram que os sintomas são muito comuns para 4% dos entrevistados, porcentagem semelhante à encontrada nas mulheres em estudos anteriores.

Nos questionários aplicados pela internet, os participantes que disseram experimentar a disforia pós-coito podiam descrevê-la em suas próprias palavras. Os pesquisadores contam que havia frases como “Eu não quero ser tocado e quero ficar sozinho”, “Eu me sinto insatisfeito, chateado e muito agitado. Tudo que quero é sair e esquecer de tudo” e “Eu me sinto sem emoção e vazio”.

Para os responsáveis pelo estudo, os resultados mostram que a sexualidade masculina é muito mais complexa do que alguns imaginam e que ainda há muito a ser estudado sobre os efeitos das relações sexuais nas pessoas. “As primeiras três fases do ciclo de resposta sexual humano — excitação, platô e orgasmo — foram foco da maioria dos estudos até hoje. A experiência da fase de resolução (que vem é o que se sente após o orgasmo) ainda é um pouco misteriosa e, por isso, ainda mal compreendida”, afirma Robert Schweitzer, um dos autores da pesquisa, em comunicado emitido pela universidade.

O especialista acrescenta que os resultados também contradizem a crença, muito comum em sociedades ocidentais, de que os homens sempre querem e experimentam o sexo como algo prazeroso. “A experiência da disforia pós-coito contradiz essa suposição”, diz.

Por que alguém fica triste depois do sexo?

O professor Schweitzer diz que a resposta para essa pergunta ainda não foi dada. “Nós acreditamos que as razões sejam multifatoriais, incluindo fatores tanto biológicos quanto psicológicos”, afirma. Investigar mais o tema é importante para ajudar as pessoas a terem relacionamentos mais satisfatórios, ele acrescenta, uma vez que casais que, após o sexo, se abraçam, continuam trocando carícias e conversam se dizem mais felizes.