Dia dos Namorados: presentear & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Dia dos Namorados convoca o verbo presentear. Conjugá-lo conforme manda a gramática agrada como tomar café na cama, receber flores, ouvir elogio. Por jogar no time de frear, cear e passear, presentear perde o i no nós e vós dos dois presentes — do indicativo e do subjuntivo. Veja: eu presenteio (freio, passeio, ceio), ele presenteia (freia, passeia, ceia), nós presenteamos (freamos, passeamos, ceamos), vós presenteais (freais, passeais, ceais), eles presenteiam (freiam, […]

Chover: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O presidente Bolsonaro disse que o bate-boca com Rodrigo Maia é chuva de verão. Passa. Pode ser. O que não passa é a chuva em Brasília. Chove sem parar. Daí o verbo chover não sair o noticiário. Chover joga no time de ventar, trovejar, nevar, amanhecer, anoitecer. Por indicarem fenômenos da natureza, eles só se conjugam na 3ª pessoa do singular: Chove sem parar. Ventou […]

Adequar: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Há verbos e verbos. Uns adoram a família. São os rizotônicos. A sílaba tônica cai sempre no radical. É o caso de cantar, comer e dividir. Outros ignoram a raiz. São os arrizotônicos. A sílaba tônica cai sempre fora do radical. É o caso de adequar. Ele só se conjuga nas formas em que a fortona cai fora do radical. O xis do problema é […]

Carnaval: derivados

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O carnaval deitou e rolou nesta terra mestiça. Deu filhotes. Dele nasceu carnavalesco. O sufixo –esco é velho conhecido nosso. Aparece em adjetivos. Mas não qualquer adjetivo. Só nos derivados de substantivos. Quer dizer semelhante, parecido. Carnavalesco é semelhante a carnaval. Dantesco, a Dante. Burlesco, a burla (zombaria). Momesco, a momo. A família cresceu. Veio o neto — o advérbio carnavalescamente. Reparou? Ele é filho […]

Viagem ou viajem? Depende

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Viagem é substantivo. Significa jornada: A viagem do presidente a Davos começou ontem. Costumo recorrer a agências de viagem. Boa viagem, amigos! Viajem é a 3ª pessoa do plural do presente do subjuntivo do verbo viajar. Seguido por qualquer vogal, o j mantém o som. Por isso, viajar se conjuga sempre com j: eu viajo, ele viaja, nós viajamos, eles viajam; que eu viaje, ele […]

Constituir: regência

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Regência é calo no pé. Dúvidas pintam a cada momento. A de agora se refere ao verbo constituir. Ele é direto ou pede a preposição em? Constituir é transitivo direto. Constituir-se também. Ambos têm horror à preposição: Acordar cedo constitui (constitui-se) problema para mim. O Enem constitui (ou constitui-se) preocupação constante de quem quer entrar na universidade. Maria constituiu uma firma comercial. Preciso constituir advogado […]

Rir: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Deu a louca no Supremo? Parece. Primeiro foi a canetada do ministro Marco Aurélio. Depois, do ministro Lewandowski. Ambos tomaram decisão solitária. O primeiro mexeu com a bandidagem. O segundo, com o reajuste dos servidores, que aumenta a dívida do Estado. E daí? Melhor rir pra não chorar. E, pra não tropeçar na língua, vale dar uma olhadinha no verbo que espanta tristezas. A alegre […]

Convir: regência e conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Há verbos fáceis, que todos conjugam a torto e a direito sem dificuldade. É o caso de cantar, vender e partir. Há outros complicados. Convir é um deles. Embora seja pra lá de usado, muitos estremecem na hora de empregá-lo. Que tal desvendar-lhe os mistérios? Convir é transitivo indireto: A emenda convém aos partidos pequenos. Os senadores convieram na reforma do regimento. Conviemos com nossos […]

Ruir: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

As chuvas de verão são certas como o suceder dos dias e das noites ou da mudança das fases da Lua. Regulares, transmitem a impressão de que figuram no calendário como o Natal, a Páscoa e o carnaval. Mas, apesar de previsíveis, pegam os governantes de calças curtas. Ruas viram lagos, rios transbordam, morros deslizam, carros se afogam, casas desmoronam, famílias se desalojam, pessoas perdem […]

Caber: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Cuidado com a conjugação do verbo caber: caibo, cabe, cabemos, cabem; coube, coube, coubemos, couberam; cabia, cabia, cabíamos, cabiam; caiba, caiba, caibamos, caibais; coubesse, coubesse, coubéssemos, coubessem; couber, couber, coubermos, couberem; cabendo; cabido. Não caibo em mim de contente. E você? Espero que caiba.