Para morar bem? Para se morar bem?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Cuidado, muito cuidado. Não abuse do monossílabo. Ele não tem vez com o infinitivo: Para obter sucesso (não: para se obter). A forma mais exitosa de decorar a tabuada (não: se decorar). Para morar bem (não: se morar bem). Com verbos pronominais, o pequenino é presença obrigatória: Para se aposentar aos 65 anos… A melhor forma de se manter no poder é… Para se formar […]

O matador se suicidou? Ou suicidou?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O homem enlouquecido invadiu a catedral de Campinas, matou quatro fiéis e se matou. Olho vivo! Ele se suicidou. Suicidar-se é sempre – sempre mesmo – pronominal. Quem conhece a origem do verbo acha estranho. O trissílabo vem do latim. É formado de sui (de si, a si) + cídio (matar) Significa matar a si mesmo. No duro, não precisaria do se. Mas o teimoso […]

Parecer-se: regência

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

No sentido de assemelhar-se, ter a cara de um e o focinho do outro, o verbo parecer é pronominal: João Marcelo se parece com Rafael, o irmão caçula. Você não se parece com sua irmã. Eu me pareço com minha mãe. Nós nos parecemos com os outros concorrentes. Desacompanhado do pronome, o verbo fica desequilibrado. Falta-lhe apoio. Quer ver?  O defensor do Estado gigante parece com […]

Setembro Amarelo: suicidar-se

Publicado em 1 Comentárioportuguês

Ops! Setembro se veste de amarelo. A cor não tem nada a ver com as comemorações da Independência. O objetivo é chamar a atenção para assunto pra lá de delicado. Trata-se do suicídio. O autoextermínio cresce no Brasil e no mundo. Tornou-se caso de saúde pública. Mas pouco se fala sobre ele. A razão é simples e compreensível: teme-se que a divulgação de histórias e […]

Formar ou formar-se?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Formar joga no time de aposentar, acender, aprontar. Em algumas construções, o verbo é pronominal. O sujeito e o objeto são a mesma pessoa: A universidade forma o aluno, mas o aluno se forma. Assim como eu me formo, ela se forma, nós nos formamos, eles se formam. O INSS aposenta o trabalhador, mas o trabalhador se aposenta, eu me aposento, nós nos aposentamos, eles […]

Para obter? Para se obter?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Impõe-se uma reforma para obter agilidade da Justiça” ou “para se obter agilidade da Justiça”? Cuidado, muito cuidado. O se não tem vez com o infinitivo: Impõe-se uma reforma para obter agilidade da Justiça. A forma mais exitosa de aprender a tabuada é a repetição. Para morar bem, é importante investir em infraestrutura. O pequenino só acompanha o infinitivo com verbos pronominais: Para se aposentar […]

Faz e sofre

Publicado em Deixe um comentáriopronome, verbo

O assunto da semana? É a reforma da Previdência. O verbo aposentar ganhou manchete. Com ele, a questão: o trabalhador aposenta ou se aposenta? Na língua há verbos hermafroditas. São criaturas que jogam em dois times. Um deles: transitivos diretos. O outro: pronominais. É o caso do verbo que dá descanso remunerado a quem labuta boa parte da vida. Quem aposenta aposenta alguém: O Tesouro […]