A pontuação muda tudo

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Um homem muito rico estava mal, agonizando. Pediu papel e caneta. Escreveu assim: “Deixo meus bens pra minha irmã não pro meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres.” Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? *Eram quatro concorrentes. O sobrinho fez a seguinte pontuação: Deixo meus bens pra minha irmã? Não! Pro meu sobrinho. Jamais […]

Etc.: pontuação e manha

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Etc. tem ponto no final? Tem. Coincide com o ponto no fim da frase? Sem problema. Fique com um só: Comprei laranja, banana, maçã, pêssego etc. (A vírgula antes do etc. é facultativa.) Que tal mandar o trio pras cucuias? Há um jeito. Não use o e entre o penúltimo e o último termo da enumeração. A ausência da conjunção significa etc. Veja: Gosto de […]

Ponto: dentro ou fora das aspas?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A gente nunca tem certeza do lugar certo do ponto. Na dúvida, chuta. Não dá outra. A lei de Murphy diz presente. O que tem que dar errado, dá. E daí? Só há uma saída – aprender. Guarde isto: 1. Se o período começa e termina com aspas, o ponto faz parte dele. Vai dentro: “A gramática precisa apanhar todos os dias para saber quem […]

Vírgula: ou seja

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Com vírgula ou sem vírgula? A expressão “ou seja” é invariável. Escreve-se sempre, sempre mesmo, separada por vírgula: O governo apresentou a proposta de reforma da Previdência, ou seja, o jogo começou. O deputado falou 120 minutos, ou seja, duas horas. Trabalho 12 horas por dia, ou seja, dedico metade da vida ao esforço de sobrevivência.

Ponto e vírgula: quando usar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“A Maria Eugênia é uma moça muito inteligente. Ela sabe usar ponto e vírgula.” Mário Quintana não escreveu a frase por acaso. Ele sabia que ponto e vírgula é o sinal mais sofisticado da língua. Pode-se viver sem ele, mas, com ele, vive-se com mais requinte. Use a duplinha em duas ocasiões: 1.para separar termos de uma enumeração. Vale o exemplo dos 10 mandamentos:  Amar […]

Aspas: adeus, dúvidas

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

As aspas, urubus do texto, devem ser usadas com parcimônia. Empregue-as obrigatoriamente em: 1. Citação: “A democracia seria o regime ideal se a liberdade solucionasse o problema econômico.” (Júlio Furtado) 2. Declaração literal: O presidente criticou, indignado, o que o deputado chamou de “oportunismo eleitoreiro”. 3. Palavras empregadas em sentido diferente do habitual (em geral com ironia): Os participantes dos arrastões querem “administrar” os bens […]

Erramos: pontuação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“O Brasil gasta 6% do PIB em educação, se falta infraestrutura em algumas regiões; então, o investimento precisa ser maior”, escrevemos na pág. 6. Viu? É o samba da pontuação doida. Melhor devolver a sanidade ao texto. Assim: O Brasil gasta 6% do PIB em educação. Se falta infraestrutura em algumas regiões, então o investimento precisa ser maior.

Etc.: pontuação e estilo

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Etc. tem ponto no final? Tem. Coincide com o ponto no fim da frase? Sem problema. Fique com um só: Comprei laranja, maçã, pêssego, abacaxi etc. (A vírgula antes do etc. é facultativa.) Se quiser mandar o etc. pras cucuias, há um jeito. Não use o e entre o penúltimo e último termo da enumeração. A ausência da conjunção significa etc. Veja: Na feira, comprei laranja, […]

Parênteses: emprego e pontuação

Publicado em 2 Comentáriosportuguês

Os parênteses são as grandes vítimas da escola. “Errou e não pode apagar? Ponha entre parênteses”, ensinam os professores. Os alunos aprendem a lição. Repetem-na ao longo da vida. Resultado: dão informações falsas, perdem pontos em concursos, são reprovados no vestibular. Vamos combinar? O prejuízo não vale a pena. Escapar dele é fácil como andar pra frente. Ao usar os parênteses, você dá um recado: […]