Se + infinitivo? Depende

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Não é o momento de se falar em flexibilização vertical”, disse o ministro. Ops! Tropeçou no pronome átono se. O pequenino só acompanha o infinitivo nos verbos pronominais (aposentar-se, formar-se, aprontar-se). No mais, não tem vez. Melhor mandá-lo plantar batata no asfalto: Não é o momento de falar em flexibilização vertical. Lugar bom pra morar. Trabalho difícil de fazer. Entre tantas versões, há de arranjar […]

Simples de fazer? Simples de se fazer?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ao falar sobre a possibilidade de produzir máscaras domésticas, o ministro disse que “é a coisa mais simples de se fazer”. Viu? Desperdiçou um pronome. Em época de vacas magras, poupar é preciso. O pequenino se não tem vez com o infinitivo: É a coisa mais simples de fazer (não: de se fazer). Para obter sucesso (não: para se obter). A forma mais exitosa de […]

Lê e ler: emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

    Lê ou ler? Muitos confundem as duas formas. Perdem pontos, promoções e amores. Vamos acabar com os vacilos? É fácil como tirar doce de criança. Ler é infinitivo. Lê, presente do indicativo. O infinitivo detesta a solidão. Anda, por isso, acompanhado de auxiliar: Ele pode ler. Nós vamos ler. Eles começam a ler.  O presente é dono e senhor de si. Emancipado, dispensa […]

Dá ou dar?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Como jornalista escreve? Com pressa, sob pressão. Na hora de rever o texto, pintam dúvidas. Foi o caso do Paulo. Outro dia, ele vacilou diante desta passagem: “É muito difícil a coisa … dá ou dar certo? Lembrou-se, então, de dica que o professor ensinou lá longe, na escola primária. Ei-la: ponha a frase no passado. O dá muda; o dar fica igualzinho: Paulo dá […]

Lê e ler: adeus, confusão

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ler ou lê? Muitos confundem as duas formas. Perdem pontos, promoções e amores. Vamos acabar com os vacilos? É fácil como tirar doce de criança. Ler é infinitivo. Lê, presente do indicativo: O infinitivo detesta a solidão. Anda, por isso, acompanhado de auxiliar: Ele pode ler. Nós vamos ler. Eles começam a ler.  O presente é dono e senhor de si. Emancipado, dispensa companhias: ele […]

Dá ou dar? Está ou estar?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Dar tem dois empregos: em locução (acompanhado de outro verbo): Maria parece dar atenção ao filho. A diretora pode dar o papel ao colega. A mãe vai dar um presente ao pequeno João. nas orações reduzidas de infinitivo. Aí, vem antecedido de preposição: Trabalha para dar conforto à família. Gosta de dar esmola aos pobres. Perdeu o emprego por não dar resposta aos pacientes.  Dá […]

Para obter? Para se obter?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Impõe-se uma reforma para obter agilidade da Justiça” ou “para se obter agilidade da Justiça”? Cuidado, muito cuidado. O se não tem vez com o infinitivo: Impõe-se uma reforma para obter agilidade da Justiça. A forma mais exitosa de aprender a tabuada é a repetição. Para morar bem, é importante investir em infraestrutura. O pequenino só acompanha o infinitivo com verbos pronominais: Para se aposentar […]