Quaresma: maiúscula ou minúscula?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Quaresma? São os 40 dias que vão da quarta-feira de cinzas até a sexta-feira da Paixão. Para católicos e ortodoxos, o período se destina a penitências. A pessoa faz jejum, priva-se de carne e renuncia a prazeres. No 1º dia da provação, os fiéis vão à igreja. Lá, recebem cinza sobre a cabeça. O padre, então, lhes diz: ‘‘Lembra-te, homem, que és pó e ao […]

Consoantes usam máscara

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

As consoantes são loucas por disfarces. Com elas, retornam os tempos das saturnais romanas. Eram festas que celebravam a volta da primavera. A estação simboliza o renascer da natureza depois do rigor do inverno. Era período alegre. Os servidores públicos entravam em recesso. Os tribunais fechavam as portas. Nenhum criminoso podia ser punido. Libertavam-se os escravos pra assistir aos festejos. As famílias ofereciam banquetes. Durante […]

Jabuticaba: grafia e curiosidade

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Sem confusão, gente fina. Jabuticaba se escreve-se com u. Curiosidade  A jabuticaba é considerada a fruta mais brasileira que existe. Raramente consegue ser cultivada em outros países. Uma curiosidade: ao que se saiba, é a única árvore no mundo que se aluga. Isso mesmo: em algumas cidades, como Sabará, em Minas Gerais, os proprietários alugam o pé de jabuticaba por hora. O inquilino paga e […]

Grafia: Aedes aegypti & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Sai ano, entra ano, a história se repete. A dengue faz a festa. E, com ela, o mosquito que a transmite. Como grafá-lo? O Aedes aegypti joga no time dos nomes científicos – o primeiro elemento tem inicial maiúscula; o segundo, minúscula (escrevem-se em itálico): Coffea arabica (café), Rhea americana (ema), Aedes aegypti (mosquito transmissor da dengue).  

Maiúsculas: impostos e taxas

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Que dor! Prepare o bolso e a bolsa. A Receita liberou o programa para entrega da declaração do Imposto de Renda.  Olho vivo. Morra no rico dinheirinho. Mas poupe a língua. Impostos e taxas são nomes próprios. Escrevem-se com a inicial grandona: Imposto de Renda, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, Taxa do Lixo.

Atraso, atrasar: o porquê do s

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Viva! Adeus, horário de verão. É hora de atrasar o relógio. E lembrar por que atrasar & família se grafam com s. A história tem a ver com regra pra lá de produtiva. Trata-se da todo-poderosa família. “Tal pai, tal filho”, prega ela. Em bom português: as palavras derivadas seguem a primitiva, ou seja, mantêm a grafia original sem tossir nem mugir. O clã atrasado […]

Estrangeirinhas: como lidar com elas

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

As línguas adoram bater papo. Umas influenciam as outras. Quanto maior o contato, maior a influência. No século 19, o português sofreu grande influência do francês. Assimilou várias palavras do idioma de Victor Hugo. Abajur, garagem, bufê, balé servem de exemplo. No 20, o inglês chegou com força total. Falado pela potência planetária, que vende como ninguém sua música, seu cinema e sua tecnologia, impôs-se […]

Abaixo x a baixo

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Milhares de toneladas de dejetos líquidos correram morro… abaixo ou a baixo?” A questão bateu às portas da redação do Correio Braziliense. Palpites pintaram aqui e ali. Mas ninguém batia o martelo. O jeito? Foi dar um jeito — consultar o dicionário: A baixo = movimento da posição superior à inferior ou da inferior à superior: Olhou-a de alto a baixo. A cortina rasgou-se de […]

Enxurrada: o porquê do x

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Barragem de rejeitos minerais se rompe em Brumadinho (MG). Enxurrada de lama destruiu casas, plantações e objetos que encontrou no caminho. Pessoas morreram? Talvez sim. O fato virou notícia. A palavra enxurrada sobressaiu. Com ela, a razão da presença do x. A letra aparece depois do en-: enxaqueca, enxerto, enxergar, enxoval, enxofre, enxugar, enxame. Exceção? Só derivados de palavras escritas com ch. É o caso […]