Suspensão se escreve com s. Por quê?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“O governador do Distrito Federal anunciou a suspensão de aulas, shows e eventos esportivos para evitar a proliferação do coronavírus”. A notícia suscitou uma curiosidade linguística. Por que suspensão se escreve com s? Os substantivos terminados em –ensão derivados de verbos terminados em –ender escrevem-se com s. É o caso de compreensão (compreender), suspensão (suspender), tensão (tender), pretensão (pretender), ascensão (ascender). Olho vivo Rendição deriva […]

Trocar seis por meia dúzia é isto

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Dizem que o diabo é perigoso não por ser diabo. É perigoso, sobretudo, por ser esperto. Na hora do sufoco, lembre-se do professor. O mestre frisava que a língua é um conjunto de possibilidades. Na dúvida, troca-se seis por meia dúzia. E contava esta história: O chefe ordena à secretária: — Faça um cheque de R$ 600. Ela pergunta: — Como se escreve seiscentos? — […]

Nova sigla: Covid-19

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A Organização Mundial da Saúde bateu o martelo. Batizou a doença provocada pelo novo coronavírus. É Covid-19 — co de corona, vi de vírus e d de doença. O número que acompanha o nome dá um recado. Virão outras maldades provocadas pela família corona, que tem um montão de membros. Grafia As siglas não dão folga. Você abre o jornal, lá estão elas. Liga a […]

Atraso e atrasar: o porquê do s

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Quem vai enfrentar o republicano Donald Trump nas eleições presidenciais americanas? Os democratas têm vários candidatos a candidato. Precisam disputar a indicação no voto. Iowa é a partida. Quem sai na frente ganha muita visibilidade. Mas a prévia foi um fiasco. Até agora não saiu o resultado. O destaque, em vez de ser o vencedor, ficou por conta do verbo atrasar. Ele ganhou as manchetes […]

Admissão e demissão: por que ss?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ora, ora! O vai e vem não dá folga. Bolsonaro demitiu o segundo da Casa Civil. A demissão foi publicada no Diário Oficial. Horas depois, contratou o demitido para assessoria na Casa Civil. Ouviu gritas de gregos, romanos, troianos, baianos, sergipanos e goianos. Não deu outra. Voltou atrás. Demitiu a criatura. A demissão repercutiu com ironia generalizada. Vale a questão: por que demissão e admissão […]