Hacker: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

José Horta Manzano No original, o verbo inglês to hack significa cortar grosseiramente. O nome hacker, portanto, designa o sujeito que passa o dia com a faca na mão a cortar, decepar, romper ou rachar. Dado que cortadores profissionais não são multidão, deduz-se que esse substantivo não há de ter sido muito usado nos séculos de antigamente. A segunda metade do século 20 assistiu a […]

Arraial: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Prepare-se para as comemorações mais animadas do Nordeste. Campina Grande, Caruaru e tantas outras cidades passam o ano inteiro organizando os festejos. No vaivém, uma palavra ganha destaque. É arraial.   Você sabe de onde veio a criatura tão animada? Se você adivinhar, ganha um saco de pipoca. Levará pra casa umas branquinhas saltitantes, quentinhas e cheirosas. Quer saborear a delícia? Então marque a resposta certa: […]

Por que junho se chama junho?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Junho se chama junho porque homenageia Juno, a primeira-dama do Olimpo. Casada com Zeus, o deus dos deuses, ela acompanha o maridão nas idas e vindas mundo afora. Sabe por quê? Ele adora namorar as moças bonitas. Ao ver uma, dá um jeitinho de distrair a mulher. E, livre, joga o charme divino sobre as jovens. Teve, por isso, muitos romances e montões de filhos. […]

Dengue: etimologia e emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Há dengues e dengues. Um é faceirice, feitiço, requebro. Criança mimada é cheia de dengues. Dengosa que só. Outro é a doença. O pobre picado pelo mosquito Aedes aegypti sofre. Sente tantas dores nos músculos e articulações que não tem saída. Anda requebrando. O quadril pra lá e pra cá lembra os caprichos da denguice. Os espanhóis não deixaram por menos. Chamaram a enfermidade de […]

Balbúrdia de Bolsonaro: idiota

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O presidente Bolsonaro está em Dallas, nos States. Lá de longe, emitiu opinião sobre os estudantes que tomaram as ruas de norte a sul do Brasil: “São idiotas úteis”. Leitores pediram ajuda ao blogue. Queriam saber a etimologia da palavra. Idiota vem do grego idiotes. Quando nasceu, não tinha intenção de ofender. Queria dizer homem do povo, em oposição a aristocratas (classe culta). Com o […]

Gêmeo: significado

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Gêmeo é palavra que vale por duas. Pode dar nome às crianças nascidas do mesmo parto. Ou designar cada uma delas: Maria teve gêmeos. Anos depois, um gêmeo morreu. Três, quatro, cinco Nasceram mais de dois bebês? Bem-vindos. E mãos à obra. Multipliquem as fraldas, as mamadeiras, os berços. E relembrem as palavras que nomeiam a meninada: trigêmeos (três), quadrigêmeos ou quádruplos (quatro), quíntuplos (cinco), […]

Maio: origem do nome

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Por que maio se chama maio? Maio se chama maio porque se inspirou na mitologia grega. Nascido no Hemisfério Norte, onde o inverno mata gente, bichos e plantas de frio, maio se identifica com a primavera. As comemorações que se faziam depois da neve reverenciavam Maia e Flora — deusas relacionadas ao crescimento de plantas e flores.  

A Páscoa e a língua: morte vicária e termos vicários

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  Páscoa é palavra hebraica. Quer dizer passagem. É tão antiga quanto Adão e Eva. Bem antes de Moisés vir ao mundo, os pastores nômades comemoravam o evento. Cantavam e dançavam pela despedida do inverno e a chegada da primavera. Na nova estação, a neve se ia. Os campos se cobriam de pastagens. Os alimentos abundavam. Oba! Mais tarde, os judeus começaram a festejar a […]

Censura: etimologia curiosa

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O Supremo Tribunal Federal proibiu a circulação da revista Crusoé. “É censura! É censura!”, protestam brasileiros assustados com a medida. Será? Não será? Enquanto se discute o assunto, vale vasculhar a etimologia da mal-amada. A palavra vem do latim censura (condenação). Pertence à família de censo, que originou censor. Entre os romanos, censor era a pessoa que recenseava a população e zelava pelos bons costumes. […]