Soteropolitano: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Oba! Os olhos do mundo estão postos na capital baiana. É que Salvador sedia a Semana do Clima Latino-Americana e Caribenha. Organizado pela ONU, o evento começou na segunda e termina na sexta. Três mil turistas transformaram a cidade numa babel. Escutam-se línguas familiares e outras nem tanto. Sotaques brasileiros ecoam em ladeiras, praias, hotéis, bares e restaurantes. Os sinos das 365 igrejas badalam para […]

Cleptomania: origem

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Pobre é ladrão. Rico é cleptomaníaco. A palavra chique vem do grego clepsidra — nome dos antigos relógios de água ou areia. Tem duas partes. Uma: klepto. Significa roubar. A outra: hydor. Quer dizer água. Clepsidra lembra aos humanos que o tempo é roubado de ricos e pobres a cada grão de areia ou pingo d´água que escorre do relógio. Daí nasceu cleptomania, hábito de […]

Solteiro: origem

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Hoje é Dia do Solteiro. Daí a curiosidade: de onde vem a palavra que dá nome à efeméride? Ela vem do latim solitarius. Na língua dos Césares, a polissílaba significava que vive só, separado, carente de convivência. Em Pindorama, passou a designar estado civil — pessoa que não é casada. Hoje pouca gente liga pra aliança no anular esquerdo. Mas, antigamente, a história tinha outro […]

Alfabeto: etimologia, letras e curiosidade

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A palavra alfabeto nasceu na terra de Platão e Aristóteles. Formaram-na dois vocábulos da mesma origem. Um: alfa, a primeira letra do alfabeto grego. O outro: beta, a segunda. Abecedário é o sinônimo latino. Vem de abc. Os gregos batizaram o alfabeto, mas não o criaram. Tampouco os fenícios, que o espalharam mundo afora e ficaram com a fama de genitores. Os pais da criança […]

Etimologia: marajá, nhem-nhem-nhem, tró-ló-ló, tosco

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Palavras viram moda sem querer. Ninguém as inventa. Elas estão quietinhas, guardadas no baú da língua. Aí, acontece. Alguém as tira de lá. Surpreende. As antes desconhecidas ganham notoriedade. Há exemplos pra dar, vender e emprestar. Quer ver? Marajá Fernando Collor descobriu marajá. Buscou-a na Índia. Lá, o vocábulo dava nome aos príncipes e endinheirados do país. Aqui, passou a designar o funcionário público que […]

Hermafrodita: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Hermes vivia no Olimpo. Um dia, viu a mulher mais linda que havia pisado a morada dos deuses. Era Afrodite. Ele olhou pra ela. Ela olhou pra ele. Não deu outra. Apaixonaram-se. Casaram-se e tiveram um filho. Que nome lhe dar? Sugestão daqui, pesquisa dali, gostaram da mania brasileira. Chamaram-no Hermafrodito. Um pedacinho vem de Hermes. O outro, de Afrodite. O garotão era belo como […]

Etimologia: cardiologista & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Doenças do coração são causa de 30% das mortes no mundo. O médico que cuida das enfermidades de órgão tão importante se chama cardiologista. O nome vem do grego kardía, que quer dizer coração. A palavra tem montões de descendentes. Entre eles, cardíaco, cardiopata, cardiovascular, cardiorrespiratório, eletrocardiograma. E por aí vai.    

Tupiniquim: origem e curiosidade

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A palavra tupiniquim deriva da expressão tupin-i-ki, “tupi ao lado, vizinho”, ou “tribo colateral, o galho dos tupis”. Por metonímia, passou a ser usada como sinônimo (hoje pejorativo) de brasileiro. Originalmente, os tupiniquins são um grupo indígena pertencente à nação Tupi, cujo território atual é o município de Aracruz, no norte do Espírito Santo.