Perdoar: regência e conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O vício de Deus? É perdoar. Daí a generosidade do verbo. Ele pode jogar em quatro times: 1.Intransitivo, sem complemento: Perdoa para seres perdoado. 2.Transitivo direto (perdoar alguém ou alguma coisa): Deus perdoa as ofensas. Perdoai os nossos pecados, Senhor. O pai perdoa o filho. 3. Transitivo indireto (perdoar a alguém): A Receita perdoa aos devedores. Deus perdoa aos pecadores. Perdoou aos assassinos do filho. […]

Caber: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Eu cabo? Eu caibo? Cuidado com a conjugação do verbo caber. Ele é irregular: caibo, cabe, cabemos, cabem; coube, coube, coubemos, couberam; cabia, cabia, cabíamos, cabiam; coubesse, coubesse, coubéssemos, coubessem; couber, couber, coubermos, couberem; cabendo; cabido. Não caibo em mim de contente. E você? Espero que caiba.

Falir: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Defectivo, falir só se conjuga nas formas em que não se confunde com falar. São aquelas em que aparece o i depois do l. No presente do indicativo, só o nós e o vós têm vez (falimos, falis). O presente do subjuntivo não existe. Os demais tempos conjugam-se normalmente: fali, faliu, falimos, faliram; falia, falia, falíamos, faliam; falirei, falirá, faliremos, falirão; faliria, faliria, faliríamos, faliriam; […]

Cear e presentear: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Presentear e cear pertencem ao vocabulário natalino. Ambos jogam no mesmo time. Cuidado com eles. Como passear, armam ciladas no presente do indicativo e do subjuntivo. O nós, orgulhosamente, esnoba o i. As outras pessoas carregam a vogal com resignação cristã: eu passeio (presenteio, ceio), ele passeia (presenteia, ceia), nós passeamos (presenteamos, ceamos), eles passeiam (presenteiam, ceiam); que eu passeie (presenteie, ceie), ele passeie (presenteie, […]

Explodir: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ops! Explosão de gás metano deixou 13 mortos na fronteira da Polônia. E nós com isso? No mundo conectado, tudo é notícia. E inspira dicas. No caso, a conjugação de explodir. O verbo barulhento é regular ou irregular? Modernamente, ele ganhou a primeira pessoa do singular do presente do indicativo. Tornou-se regular: eu explodo, ele explode, nós explodimos, eles explodem; eu explodi, ele explodiu, nós […]

Rir: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Deu a louca no Supremo? Parece. Primeiro foi a canetada do ministro Marco Aurélio. Depois, do ministro Lewandowski. Ambos tomaram decisão solitária. O primeiro mexeu com a bandidagem. O segundo, com o reajuste dos servidores, que aumenta a dívida do Estado. E daí? Melhor rir pra não chorar. E, pra não tropeçar na língua, vale dar uma olhadinha no verbo que espanta tristezas. A alegre […]

Valer: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Ele não vale nada. E eu? Eu.. ops!”  Valer a presenta irregularidade na 1ª pessoa do singular do presente do indicativo. O presente do subjuntivo, dela derivado, vai atrás. Nas demais formas, o verbo é regular: valho, vales, vale, valemos, valeis, valem; vali, valeste, valeu, valemos, valestes, valeram; valia, valias, valia, valíamos, valíeis, valiam; valerei, valerás, valerá, valeremos, valereis, valerão; valeria, valerias, valeria, valeríamos, valeríeis, […]

Se eu vir Maria? Se eu ver Maria?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

É comum confundir a conjugação de ver e vir: 1. O presente do indicativo de ver apresenta dificuldade na 3ª pessoa do plural — eles veem. (A reforma ortográfica cassou o acento do hiato eem.) 2. O futuro do subjuntivo também gera confusão. Se eu vir Maria? Se ver Maria? Acredite. A resposta está no pretérito-perfeito. Dele deriva o futuro do subjuntivo: eu vi, se […]

Incendiar e a gangue do MARIO

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

No fogaréu que tomou conta de prédio do centro de São Paulo, o verbo incendiar apanhou de gregos, romanos, baianos e sergipanos. Muitos esqueceram que  incendiar pertence à gangue do MARIO. Conhece? O nome da turma barra pesada se formou com a letra inicial de cada membro — mediar, ansiar, remediar, incendiar e odiar. Todos se conjugam como odiar: odeio (medeio, anseio, remedeio, incendeio), odeia […]

Convir: regência e conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Há verbos fáceis, que todos conjugam a torto e a direito sem dificuldade. É o caso de cantar, vender e partir. Há outros complicados. Convir é um deles. Embora seja pra lá de usado, muitos estremecem na hora de empregá-lo. Que tal desvendar-lhe os mistérios? Convir é transitivo indireto: A emenda convém aos partidos pequenos. Os senadores convieram na reforma do regimento. Conviemos com nossos […]