Pleonasmo: há…atrás

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Haver é verbo cheio de compromissos. Entre os 1001 empregos, encontra-se a indicação de tempo. Ele sempre olha pra trás. Indica o passado:  Trabalho na Câmara há 10 anos. Juscelino inaugurou Brasília há quase 60 anos. A reunião terminou há pouco.   O futuro fica por conta da preposição a: Chego daqui a pouco. Estamos a poucos dias do carnaval. A dois meses da mudança, […]

Bolsonaro foi à Ásia? Foi para a Ásia?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O presidente vai passar 15 dias na Ásia. Depois, voltará para esta alegre Pindorama. Daí a importância da regência. Em tempos bicudos, o erro na preposição pode ter consequências indesejáveis. Por isso, olho vivo: ir a = ir por pouco tempo. A volta é rapidinha: Foi ao cinema. Vamos ao clube. Iremos ao shopping amanhã. Vai a São Paulo consultar o médico. Vamos a Nova […]

Ir a e ir para: diferença

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Você já foi na Renner hoje?”, pergunta a propaganda. José Ricardo ouviu. Os ouvidos reclamaram. Doeeeeeeeeeeram. Com razão. O verbo ir é pequenino, mas cheio de manhas. Ele aceita duas preposições. A gente vai a algum lugar ou para algum lugar. Ir a indica deslocamento breve. Quem vai a algum lugar está passeando ou trabalhando. Volta em pouco tempo: Vou ao clube. Paulo vai ao […]

Aos domingos? Nos domingos?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Aos domingos = todos os domingos: Vou à missa aos domingos. Há médicos que preferem dar plantão aos domingos. O comércio abre aos domingos. Os demais dias da semana seguem a mesma regra. Pedem a preposição a quando indicam ação que se repete: Os museus fecham às segundas-feiras (todas as segundas). Estudo inglês às terças e sextas. Costumo ir à livraria aos sábados. No domingo […]

A, o, lhe: emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Lhe tem duas funções: 1. objeto indireto — complementa verbo transitivo indireto. É o caso de oferecer, agradecer, obedecer: Ofereci-lhe um cafezinho (a gente oferece alguma coisa a alguém). Agradeço-lhe o favor (a gente agradece alguma coisa a alguém). Obedecemos-lhe sem discussão (a gente obedece a alguém). 2. adjunto adnominal. Substitui o possessivo seu, sua, dele, dela: Acariciou-lhe os cabelos (acariciou seus cabelos). Invejou-lhe o […]

Boris assumiu a 99 dias do Brexit? Há 99 dias?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Boris Johnson é o novo primeiro-ministro inglês. Ele assume o poder com um senhor desafio — promover a saída do país da União Europeia (Brexit). Trata-se de divórcio pra lá de complicado. A razão: não há regras para a separação. E faltam só 99 dias para o adeus. Jornais divulgaram o fato. Alguns escreveram “há 99 dias do Brexit, Boris Johnson não tem plano concreto”. […]

Amar, abraçar e beijar: regência

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

No Dia dos Namorados, ganham destaque três verbos do vocabulário amoroso. Tratá-los com flores e perfumes alonga o caminho das duas pontas lembradas por Vinicius: “Que seja infinito enquanto dure”. Amar, abraçar e beijar andam juntos. Até a língua conspira a favor da união. O trio é pele na pele. Transitivos diretos, os verbos dispensam a preposição: Paulo ama Maria, Maria ama Paulo. Paulo abraça […]

Comprimento e cumprimento: diferença

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Brasília completou 59 anos ontem. O aniversário da capital é sempre uma grande festa. Cumprimentos se multiplicam. E é aí que pinta o troca-troca. O o toma o lugar do u. Resultado: o estrago pede passagem. Atenção ao comprimento da saia, da estrada, do corredor. Não se esqueça do cumprimento na entrada e na saída. Tampouco do cumprimento à aniversariante. Por falar em cumprimentos Cumprimentar […]

Onde e aonde: quando usar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Onde ou aonde? Em geral, onde. Aonde só se usa com verbo de movimento que exige a preposição a: Aonde ele foi? Não sei aonde ele foi.Você sabe aonde esta estrada vai levar? Talvez ele saiba aonde conduziremos os hóspedes. Superdica: na hora de escrever aonde pintou a dúvida? Parta pro troca-troca. Substitua a por para. Se couber, vá em frente. Dê a vez ao […]