Hífen: onomatopeia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Muitos reclamam da reforma ortográfica. Mas ela deu ajudinhas a nós, falantes da língua portuguesa. Uma delas é simplificar o emprego do hífen. As onomatopeias servem de exemplo. Ora se escreviam com o tracinho. Ora sem. Agora todas se grafam separadinhas, sem possibilidade de contato. É o caso de nhem-nhem-nhem, tró-ló-ló, blá-blá-blá, tique-taque, toque-toque, quem-quem, lenga-lenga, tim-tim por tim-tim.      

Hífen: não ingerência ou não-ingerência?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Antes, só o dicionário sabia quando usar o tracinho e quando dispensá-lo. A reforma ortográfica deu um ponto final no quebra-cabeça. Mandou o hífen plantar batata beeeeeeeeem longe. Oba! As três letrinhas ficaram livres e soltas — sem lenço e sem documento: não agressão, não alinhamento, não conformismo, não fumante, não intervenção, não participação, não alinhado, não beligerante, não combatente, não conformista, não intervencionista, não […]

Ele reouve? Ele reaviu?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Candidato eliminado de concurso reaviu cargo”, escreveu o jornal. Confundiu a paternidade de reaver. Ele é filho de haver. Quer dizer haver de novo (recuperar). Muitos escrevem reavejo,  reaviu como se o verbo fosse derivado de ver. Bobeiam. Reaver só se conjuga nas formas em que aparece o v do paizão: houve (reouve), haveria (reaveria), haverão (reaverão). A frase nota mil é esta: Candidato eliminado […]

Até a meia-noite? Até meia-noite?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Votaremos texto do 2º turno da reforma da Previdência até meia-noite, diz Onyx”. Essa é a manchete do site do Estadão. Reparou? O jornal tropeçou na indicação de horas. A razão: faltou o artigo, presença obrigatória. Assim: Trabalha entre as 2h e as 10h. Está aqui desde as 14h. O avião partiu às 4h e chegou às 6h. Votaremos o texto da reforma da Previdência […]

Hífen: recém-

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Além de ir na contramão da transparência de informações exigida pela sociedade, a MP afronta parte da Lei 13.818, recém aprovada pela Câmara e pelo Senado e sancionada pelo próprio presidente da República em abril”, escreveu a Associação Nacional de Jornais (ANJ). Reparou? A ANJ se esqueceu de pormenor importante. Recém sempre se escreve com hífen: recém-casados, recém-nascido, recém-eleito, recém-aprovada. Sem bobeira Recém joga no […]

Hífen: co-

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Muitos reclamam da reforma ortográfica. Mas ela deu ajudinhas a nós, falantes da língua portuguesa. Uma delas é simplificar o emprego do hífen. O prefixo co-, por exemplo, era baita confusão. Ora pedia o tracinho, ora dispensava-o. Com o acordo, a novela mudou o enredo. O pequenino nunca aceita hífen. Com ele é tudo colado: coautor, coerdeiro, corréu, correpresentante, comorador, coinquilino, correpresentante, coprodução, cossecante. Etc. […]

Hermafrodita: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Hermes vivia no Olimpo. Um dia, viu a mulher mais linda que havia pisado a morada dos deuses. Era Afrodite. Ele olhou pra ela. Ela olhou pra ele. Não deu outra. Apaixonaram-se. Casaram-se e tiveram um filho. Que nome lhe dar? Sugestão daqui, pesquisa dali, gostaram da mania brasileira. Chamaram-no Hermafrodito. Um pedacinho vem de Hermes. O outro, de Afrodite. O garotão era belo como […]

Cela e sela: emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Os hackers de Araraquara estavam presos nas instalações da Polícia Federal em Brasília. Eles ocupavam celas ou selas? A pronúncia é a mesma. Mas os significados não se conhecem nem de cumprimento: Cela = aposento, quarto de dormir pequeno, quarto de penitenciária. Sela = arreio de cavalo, forma do verbo selar (eu selo, ele sela, nós selamos, eles selam). Conclusão: Os hackers de Araraquara estavam […]

Júnior e sênior: plural

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O time dos pequenos entrava em campo. Aplausos se ouviam. Vinham dos quatro cantos do estádio. O locutor,  entusiasmado, tropeçou no plural. Disse “júniors”. Bobeou. O plural de júnior é juniores. Paroxítona, a sílaba tônica é o (ju-ni-o-res). A abreviatura do sobrenome Júnior: Jr.  Mesmo time Sênior joga no time de júnior. Um e outro fazem o plural do mesmo jeitinho (seniores e juniores). A […]