Jeitinho de pedir

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Pedir é um dos verbos mais conjugados no tribunal. Advogados pedem prazo, ministros pedem vistas, presidente pede calma. Usá-lo como manda a gramática pega bem como agradecer uma gentileza ou dar bom-dia ao entrar no elevador. Olho na preposição: Pedir para age às escuras. Como quem não quer nada, esconde a palavra licença. Assim: O filho pediu ao pai (licença) para sair à noite. O […]

Confusões que roubam pontos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O julgamento do TSE trouxe à tona palavras tão parecidas que causam confusão. Duas duplinhas sobressaem. Uma: mandado e mandato. A outra: caçar e cassar. Mando x representação Uma letra faz a diferença. E muita: Mandado, com d, vem de mando. Quer dizer ordem. Daí mandado de segurança, mandado de prisão, mandado de busca e apreensão. Mandato, com t, significa representação. Presidente, senador, deputado, governador […]

De quatro a sete

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O assunto mais comentado? É o julgamento do Tribunal Superior Eleitoral. A chapa Dilma-Temer está em xeque. Segundo os acusadores, a corrupção fez a festa na campanha eleitoral de 2014. Com isso, favoreceu a eleição de Dilma Rousseff. Verdade? Os ministros decidirão. Daí a importância do voto do relator. Todos queriam que ele o antecipasse. Mas Sua Excelência manteve sigilo. “Tancou-o a sete chaves”, repetiam […]

Abram alas, que o samba vai passar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

É carnaval. Abram alas, que o samba quer passar. E passa. Na alegre Pindorama, a cantoria começou com Donga. “Pelo telefone” abriu o caminho. Cartola, Pixinguinha, Monsueto de Menezes, Noel Rosa, Clementina de Jesus seguiram-no. Hoje existe uma certeza: “Quem não gosta de samba / Bom sujeito não é / É ruim da cabeça / Ou doente do pé”. E uma dúvida: qual o berço […]