Deve haver trombadas? Devem haver trombadas?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Mário Silva é voraz leitor de jornais. Na viagem por letras, palavras, períodos e parágrafos, presta atenção ao fato e ao texto. Nada escapa ao olhar atento e à crítica perspicaz. É dele o comentário: “Constato que, gradativamente, há aumento considerável no número de erros grosseiros de português em reportagens, crônicas e até em editoriais. Os deslizes são tantos que não me animo a apontá-los […]

Bolsonaro: duas armadilhas

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“A língua é um sistema de possibilidades”, dizem os linguistas. Exibe opções. Os usuários escolhem a mais adequada. Falantes discordam. “A língua é um sistema ciladas”, afirmam eles. Grafias, concordâncias, regências, colocações estão cheias de pegadinhas. Exemplos não faltam. Um deles ganhou as manchetes de sexta-feira. O presidente Jair Bolsonaro festejava o Dia Internacional da Mulher. Entre irônico e divertido, disse esta frase: “Temos 22 […]

Eu e mim: emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Eu ou mim? Hum…a dificuldade não é só sua. Advogados, jornalistas, professores, todos têm dúvida. Até os charmosos galãs de novelas trocam os pronomes. E daí? O jeito é lembrar-se das velhas aulas de gramática. O professor, sério e altivo, explicava cheio de saber:  — O pronome mim detesta ficar só. Anda sempre de mãos dadas com a preposição. O professor (graças a Deus!) obrigava […]

Crase: quando é proibido

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O assunto já figurou no blogue. Ontem voltou às manchetes. Tuíte do presidente desrespeitou a regra 4. Daí o repeteco. Não ocorre crase: antes de nome masculino. Crase é o casamento de dois aa. Um deles é a preposição. O outro, o artigo. Ora, o pequenino a só tem vez antes de nome feminino. O machinho pede o: Bebê a bordo. Saiu a todo vapor. […]

Crase: tropeço de Bolsonaro

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Era carnaval. A maior parte dos brasileiros ou estava pulando nos blocos, ou estava curando a ressaca. Não era o caso de Laís Menini. Ela, em casa, acompanhava o noticiário. Lia jornais,  blogues, sites, mídias sociais. De repente, parou num tuíte. Esfregou os olhos. Voltou ao texto — este, do presidente Jair Bolsonaro: “Como prometido, dando continuidade à obras, objetivamos dar início à outras, se […]

A quaresma das letras: dígrafo

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

As letras têm a própria quaresma. Como os religiosos, submetem-se a sacrifícios. As ortodoxas chegam ao extremo. Emudecem. Escrevem-se, mas não se pronunciam. Chamam-se dígrafos. O nome diz tudo. São duas letras, mas um som. Dia, por exemplo, tem três letras. As três se pronunciam. Cada uma forma um fonema. Velha tem cinco letras. Mas quatro fonemas. O lh tem companheiros: ch (chefe), nh (tamanho), […]

Quaresma: maiúscula ou minúscula?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Quaresma? São os 40 dias que vão da quarta-feira de cinzas até a sexta-feira da Paixão. Para católicos e ortodoxos, o período se destina a penitências. A pessoa faz jejum, priva-se de carne e renuncia a prazeres. No 1º dia da provação, os fiéis vão à igreja. Lá, recebem cinza sobre a cabeça. O padre, então, lhes diz: ‘‘Lembra-te, homem, que és pó e ao […]