Propaganda nota 10 (1)

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Viva! Os publicitários descobriram o óbvio. É possível ser criativo sem maltratar a língua. O anúncio da Vivo serve de exemplo. Pára, do verbo parar, ganha grampinho pra se diferenciar da preposição para: O ônibus que vai para a rodoviária não pára neste ponto. Você sabe onde ele pára?

Dia-a-dia e dia a dia

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  A guerra das telefônicas corre solta. Com a portabilidade, cada uma oferece mais moleza que a outra. O alvo é o cliente. Ofertas não faltam. A Brasil Telecom lançou o pacote de minutos chamado Pluri uso. Na propaganda divulgada em jornais, clientes escrevem mensagens. Esta é de Maristela: “Liberdade é fundamental no meu dia-a-dia. E a última coisa com que eu quero me preoucpar são […]

Pode?

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  “Pizza à Efraim sai do forno”, diz chamada de capa do Correio Braziliense. Crase antes de nome masculino? Leitores estranharam. Inconformados, ligaram para o jornal. A resposta: não, não ocorre crase antes de substantivo macho.   A estrutura em questão joga no time do esconde-esconde. Oculta, está a expressão à moda de ou à maneira de: Pizza (à moda de) Efraim. Trejeitos à Lula (à maneira […]

Direitos do leitor

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Já reparou? As crianças adoram livrinhos. Elas são pra lá de curiosas. Não se satisfazem só com as imagens. Insistentes, perturbam pai, mãe, irmão, amigo ou empregado para lhes ler as historinhas. E o fazem uma, duas, três, muitas vezes. Não se cansam. Depois, crescem. Entram na escola. Alfabetizam-se. E, curiosamente, o interesse pelos livros cai. Por quê? Há muitas respostas. Uma talvez esteja […]

Erramos

Publicado em Deixe um comentárioErramos, Geral

  “Mais do que pagar pelos erros, os monitores descobriram, ao lado dos alunos, seu lugar no mundo”, escrevemos na pág. 30. Lido o texto, pergunta-se: quem paga pelos erros? A frase diz que são os monitores. Mas a matéria diz que não. São crianças e adolescentes em situação de risco. Como evitar a confusão? Dizendo quem é quem. Assim: Mais do que as crianças […]

Bissexual

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Juliana Paes protagonizará a próxima novela das oito. Ela será o personagem ou a  personagem do folhetim Caminho das Índias? Tanto faz . A palavra topa os dois gêneros: Juliana será a (o) personagem principal da novela de Glória Peres. Capitu é a (o) personagem polêmica de Dom Casmurro. Brás Cubas e Bentinho são as (os) personagens de Machado de Assis que marcaram a […]

Juliana e Alexandre no altar

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Casar ou casar-se? O pronome quebrou a cabeça de Renato, que mora em Lins, interior de São Paulo. Ele leu na página da UOL: “Juliana Paes e Alexandre Baptista casam-se no Rio”. Pintou a dúvida. “Pode-se dispensar o monossílabo?” A resposta é sim. O pequeno é facultativo. Há quem goste dele. Há quem não goste: Eles (se) casaram no religioso. Nós (nos) casaremos em dezembro. Você já (se) […]

Penetra

Publicado em Deixe um comentárioGeral

.. Tenho uma dúvida muito séria.., escreve Tarcísio Corrêa. ..Séria porque vem do Ministério da Educação. Está em todos os canais de tevê. .Cidade que tem conselho, tem merenda., diz a mensagem. A vírgula dá uma de penetra, não? .. Se dá! A pobre apareceu ali por culpa de um mau cristão. Ele desobedeceu à lei de Deus. .. Não matarás.., ordena o Senhor. O […]