expressões latinas

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  “Acho mutatis mutandis pra lá de chique. Mas não sei seu significado exato. Pode me ajudar?”, pergunta Clara Helena, de Campina Grande.     A expressão é latina. Quer dizer mudando o que deve ser mudado. Usa-se quando se adapta uma citação ao contexto ou às circunstâncias. Em outras palavras: com a devida alteração de pormenores.     Olha aí (sic)       Expulsaram o […]

Convite

Publicado em Deixe um comentárioGeral

Marina Silva saiu. Ministério vago, Lula foi atrás do substituto. Conjugou, então, o apreciado convidar. Preocupado com a escolha, buscou a regência correta do verbo.   No dicionário de verbos e regimes, encontrou resposta para a construção nota 10: quem convida convida alguém para alguma coisa.   Lula convidou Carlos Minc para se sentar na cadeira de ministro do Meio Ambiente. Ele aceitou.

O melhor e o pior

Publicado em Deixe um comentárioGeral

      Esopo era um escravo muito especial. Ele gostava de transmitir lições morais. É dele a fábula “A Raposa e as Uvas”. Lembra-se da história? A raposa viu uma videira carregadinha de frutos maduros. Ficou com água na boca. Fez e aconteceu para pegar as delícias. Não conseguiu. Os cachos estavam muito altos. Frustrada, não se deu por vencida:     – Estão verdes, […]

As intolerantes

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  A língua se parece com as pessoas. Entre as palavras existem as intolerantes. Vale o exemplo de há…atrás. Usá-las na mesma frase constitui redundância. Não caia na tentaçãode dizer:   Cheguei há poucos minutos atrás.   Pra evitar desperdícios, fique com uma ou outra:   Cheguei há poucos minutos.   Cheguei minutos atrás.    

A sem-sem-sem

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Nesta alegre Pindorama, fala-se português. Por isso, a abreviatura de horas não suporta dois pontos (2:15). Aduplinha é coisa de inglês, que fincou pé por aqui graças aos relógios digitais. Entre nós a redução segue regra própria, que se resume ao trio sem-sem-sem — sem plural, sem espaço, sem ponto: 2h, 2h15, 2h15min40.    

Adeus, Marina

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Marina Silva não agüentou as pressões. Pediu a bolsa e caiu fora. Com a saída da ministra seringueira, o Brasil conjuga o verbo perder. A floresta perde a defensora. O país perde prestígio no exterior.   Pra nós ficam duas lições relacionadas à grafia. Uma: meio ambiente se escreve soltinho, sem hífen. A outra: o prefixo eco- vem sempre juntinho com a palavra que […]

Leitor se diverte

Publicado em Deixe um comentárioGeral

                    Como diz o Lula no seu surrado cacoete, folheando o Correio Braziliense, en passant, vi no caderno Cidades a reportagem “Engenheiro morre em colisão”. Mania de revisor: chamou-me a atenção o seguinte trecho:                        “Amigos e colegas de trabalho da dupla que estava no Astra reuniram-se no local do acidente. Eles conversavam em silêncio às margens da BR-020 sem acreditar no que […]

Concordância traiçoeira

Publicado em Deixe um comentárioGeral

Prezada Dad, boa tarde.   O título da coluna “Nossa carreira”, de Max Gehringer, da revista Época da semana passada, página 70, foi este: “Morar fora e aprender inglês fluente não basta”. Pergunto: o verbo “bastar” não teria que ir para o plural?   Abraços.   Wilson Ximenes Brasília/DF.    

Sanduíche indigesto

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  A turma do Manhattan Connection estava lá, no maior bate-bapo. “Eu gosto de sanduíche de mortandela”, disse Caio Blinder. Os telespectadores sentiram indisposição. O estômago deu cambalhotas. A razão: ele acrescentou ingrediente estranho à delícia. Mortadela é mortadela. Sem n.

Põe colorido nisso

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Dia 13 de maio traz à tona palavra pra lá de colorida. Trata-se de afro. A dissílaba joga em dois times. Ora é substantivo ou adjetivo. Ora, prefixo.   No primeiro caso, flexiona-se como qualquer nome. Tem gênero e número: o afro, a afra, os afros, as afras, povo afro, povos afros, cultura afra, culturas afras.   No segundo, pede hífen na formação dos […]