Tamanho família

Publicado em Deixe um comentárioGeral

O pizzaiolo lulista rendeu. Em comentário no Jornal das Dez, Cristiana Lobo disse que Lula “fez licença poética”. Será? Licença poética é concessão pra lá de especial pra criaturas pra lá de especiais. A língua não pode funcionar como camisa de força e inibir a expressão do artista. Ele tem, por isso, a liberdade de pisar grafias, concordâncias, regências, pontuações, etc., etc., etc. “Cacilda Becker […]

Mudanças no Volp

Publicado em Deixe um comentárioGeral

Olha o papelão da Academia Brasileira de Letras. Os acadêmicos lançaram uma errata à 5.ª edição do Vocabulário ortográfico da língua portuguesa (Volp) na surdina. Não divulgaram nada. Nela corrigem erros do dicionário. Quais? Dê uma espiadinha no endereço abaixo: http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=19

Que decepção!

Publicado em Deixe um comentárioGeral

E o Cruzeiro, hein? Que pena! Os brasileiros torciam pela Raposa. O azul e branco levantaria pela terceira vez a Taça Libertadores da América. Não levantou. Deixou a glória para o Estudiantes. A equipe argentina levou o troféu pela quarta vez. O resultado deixa uma dúvida. O Cruzeiro seria tri-campeão ou tricampeão? Guarde isto: prefixos que indicam vezes obedecem às duas regras de ouro do emprego […]

Pimenta nos olhos da outra…

Publicado em Deixe um comentárioGeral

Hillary Clinton apareceu com o braço enfaixado. Está com inflamação no cotovelo. As más línguas tiraram proveito da dor alheia. Em alusão às puladas de cerca do maridão, dizem que a secretária de Estado americana está com dor de cotovelo. Repórteres se apressaram a noticiar a fofoca. Na hora de escrever, ops! Com hífen ou sem hífen? Dor de cotovelo joga no time de pé de […]

Lincoln Greco quer saber

Publicado em Deixe um comentárioGeral

Dad, não se usa mais o futuro? Hoje mesmo, li:” Bruno Chateaubriand vem sexta-feira a BH”. Eu diria “virá sexta-feira”. Muitos dizem: “Vou a Sampa amanhã”. Acho melhor: “Irei a Sampa amanhã”. Oriente-me, por favor. Lincoln, o presente é guloso que só. Além de indicar o tempo presente, indica o futuro e o passado. Por isso dizemos de peito aberto e cabeça erguida: No mês que […]