Sem querer, querendo

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Aqui, a coisa virou moda. Alguém entra na sala e não dá outra. Soltam esta:   — Sem querer interromper, mas já interrompendo…   O recurso é velho como o rascunh o da Bíblia. Chama-se preterição. Trata-se de um teatrinho. A pessoa finge não fazer o que, de fato, está fazendo. É mais ou menos a história do jogador da piada. O centroavante fez um gol […]

Reforma ortográfica 3

Publicado em Deixe um comentárioReforma ortográfica

Hífen 2 O hífen, no post de hoje, tem do a ver com as vogais. Só entram na jogada os prefixos que terminam por vogal e se juntam a outra palavra também iniciada por vogal. Portanto, é vogal com vogal. São duas regras: Não se usa hífen quando o prefixo termina em vogal diferente da vogal com que se inicia o segundo elemento: aeroespacial, agroindústria, antieducação, […]

Redação 13

Publicado em Deixe um comentárioRedação nota 10

  Escrever é pensar   Os professores não cansam de repetir: “Escrever é pensar”. Os livros de redação não ficam atrás. Dão o mesmo recado. Uns e outros querem dizer isto: escrever é organizar as idéias.   Organizar as idéias é planejar o texto. Trocando em miúdos: é delimitar o tema, definir o objetivo, selecionar os argumentos capazes de sustentar a tese. É seguir mais […]

Resposta do teste (Redação 12)

Publicado em Deixe um comentárioRedação nota 10

  No post “Redação 12”, você se debruçou sobre o texto “Falar mal, o caminho da exclusão”. Veja se o esquema que você preencheu se parece com o nosso:   Assunto: erros de português   Leitor: leitores de jornal   Tópico: a escola e o mercado de trabalho excluem os que não dominam o português correto   Objetivo: demonstrar que falar bem é condição para […]

Marcelo Abreu comenta a reforma

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Quem já passou dos 30 anos, muito dificilmente se adaptará às mudanças ortográficas da língua portuguesa. Sabe aquelas pessoas mais idosas que ainda escrevem “vêzes” e “fêz”? Eu serei, num futuro bem pertinho, uma delas. Vou continuar escrevendo paranóico com acento e colocando o trema em cinqüenta e freqüente. Contrarregra? Antirreligioso? Deus me livre! É difícl mudar o que se assimilou na alfabetização, creio eu. A propósito, […]