Fazer aulas? Não.

Publicado em português

 

Fazer virou verbo-ônibus. Por comodismo ou pobreza vocabular, muitos o usam no lugar de cometer, praticar, ter. Nada feito. Melhor dar a César o que é de César: ter aulas, assistir a aulas, cometer erros, cometer faltas, causar mortes, provocar mortes.

  • fabio emanuel

    Dad, poderia ser mais uma influência do inglês em nossa língua? por exemplo: to make a decision, to make a fire, to make the bed, etc.
    abraços

  • Tommy Beresford

    Talvez possamos abrir uma exceção para o caso da dança, por exemplo, onde as pessoas acabam dizendo “vou fazer a aula de Fulano” porque efetivamente não encontram verbo melhor para o ato de estarem executando os passos e movimentos… De resto, concordo plenamente.

    Um abraço