O ex-

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

De vez em quando, as pessoas usam o prefixo ex- indevidamente. Resultado: acabam embaralhando os tempos e, claro, falsificando a mensagem. O ex- dá um recado claro. Informa o que era e deixou de ser. O ex-presidente foi presidente, mas não é mais. O ex-ministro foi ministro, mas não é mais. O ex-marido dividiu o leito com a mulher, mas não divide mais. Viu? O […]

Xô, palavras desnecessárias

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Leia uma matéria de jornal. Melhor: pegue um texto escrito por você. Ele deve ter artigos indefinidos, pronomes possessivos e expressões desnecessárias. Corte-os e releia a obra. Ficou mais leve, não? Acredite: o leitor agradece a faxina. Fiz (umas) reportagens sobre a história dos sem-terra. No (seu) discurso, o presidente criticou (alguns) fatos que condena. Derrubou (todos) os argumentos do adversário. Faço (um) curso (em […]

Dois-pontos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Depois de dois-pontos, usamos letra maiúscula ou minúscula? Depende. Olho no que vem depois. 1. Se for explicação ou enumeração, não duvide. É minúscula: A questão era esta: nada a fazer. Na feira, selecionou as frutas: banana, laranja, pera, maçã, uva e abacaxi. 2. Se for citação ou frase de alguém, a maiúscula pede passagem: Fernando Pessoa escreveu: “Navegar é preciso. Viver não é preciso”. […]

Mas x mais

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Mas ou mais?Parecido não é igual. Mais e mas tem alguma semelhança. Mas não se conhecem nem de elevador. Mais é o contrário de menos: Trabalho mais (menos) que ele. Se pudesse, comeria mais (menos). Carla é mais (menos) bonita que Beatriz. Mas quer dizer porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto: Trabalho muito, mas o salário é sempre mais curto que o mês. Estudei pouco, […]

Erramos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Ex-aluna da UnB, ela participou da luta estudantil e disputou o comando do DCE da universidade no início dos anos 1980”, escrevemos na pág. 22. Viu? Caímos de novo na cilada do ex. Érika Kokay fez e aconteceu como aluna da UnB, não ex-aluna. Melhor: Aluna da UnB, ela participou da luta estudantil e disputou o comando do DCE da universidade no início dos anos […]

Ponto e vírgula

Publicado em 1 Comentárioportuguês

A vírgula é uma parada pequena. O ponto, uma pausa prolongada. As reticências são sonhos, suspiros apaixonados. A exclamação e a interrogação traduzem dúvida ou encantamento. E o ponto e vírgula? É o sinal mais sofisticado da língua. Pode-se viver sem ele, mas, com ele, vive-se com mais requinte. Passeie os olhos por jornais e revistas. Raramente você verá o casalzinho. Por quê? Poucos sabem […]

Erramos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“… optou por analisar a matéria antes da eleição para evitar que o debate parecesse casuísmo, caso um dos eleitos se tornasse réu”, escrevemos na pág. 2. Viu? A oração adverbial está no lugarzinho dela. A vírgula sobra. Melhor: … optou por analisar a matéria antes da eleição para evitar que o debate parecesse casuísmo caso um dos eleitos se tornasse réu.

Erramos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“…Eike pagou propinas para pessoas ligadas a José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no governo Lula”, escrevemos na pág. 2. Ops! Olho no tempo. Hoje, José Dirceu é ex-ministro. Mas ministro do governo Lula. Melhor: …Eike pagou propinas para pessoas ligadas a José Dirceu, ministro da Casa Civil no governo Lula.