Nós nos miolos

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Sérgio Luiz Mansur, de Belô, escreve: “Se olhos e ouvidos não me enganam, a reforma ortográfica tem muitos críticos e opositores, poucos defensores. Mesmo leigo, alinho-me com os primeiros por achar que as mudanças são no mínimo inúteis. Mas vão entrar em vigor. Agora é relaxar e… Na luta por tentar entender e aceitar a reforma, descobri o que vocês, professores, chamam de […]

Convite desafiador (resposta)

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Reparou? No convite aparecem dois porquês:   a. Por que João Dantas matou João Pessoa?   b. Porque João Dantas assassinou João Pessoa.     Pare, pense e escolha a opção nota 10:   a. Só a frase a está correta.   b. Só a frase b está correta.   c. Ambas as frases estão corretas.     A resposta? Daqui a pouco. Aguarde.   […]

Falta de costume

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Um marinheiro e um pirata se encontram em um bar e começam a contar suas aventuras nos mares. O marinheiro nota que o pirata tem uma perna de pau, um gancho e um tapa-olho. Curioso, pergunta:  – Por que você tem essa perna de pau?  O pirata explica:  – Nós estávamos em uma tormenta no mar. Uma onda enorme veio por cima do navio e […]

Nome de filmes em inglês

Publicado em Deixe um comentárioGeral

            Os títulos dos filmes têm como objetivo atrair espectadores. Isso é um truísmo mercadológico. Por isso as películas estrangeiras são, muitas vezes, exibidas com títulos que não correspondem à tradução literal do original. The Graduate, de 1967, no Brasil recebeu o título apelativo de A primeira noite de um homem. Mas nem sempre o nome dado é uma escolha feliz: Love is a […]

Erramos

Publicado em Deixe um comentárioErramos, Geral

    O leitor Flatônio escreve: “Primeira página da edição de hoje do CB: `remédios que os médicos não gostam´. Trata-se de linguagem coloquial ou cochilo do redator? Talvez seja a segunda opção. O pronome relativo preposicionado é luxo que rareia a cada dia. Mas faz falta. Vale, por isso, refrescar a memória: Remédios de que os médicos não gostam.

Eu atraio

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    O Brasil sediou o G-20. Os ministros da Fazenda e presidentes dos bancos centrais dos países ricos e nem tanto se reuniram em São Paulo. Ao fim do encontro, Guido Mantega deu entrevista à imprensa. Disse com todas as letras: “Como trata-se de uma crise global, atinge todas as nações”. Bobeou, não? Como é conjunção subordinativa. Atrai o pronome átono como ímã atrai […]

O super-homem

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  “Pode esse homem salvar a América e o mundo?”, pergunta a capa da Isto é que está nas bancas. O leitor olha, pára e pensa. O pronome esse está correto? Ou seria a vez do este?   O demonstrativo, no caso, indica situação no texto. O esse diz que a pessoa já foi referida. Foi? Foi. Acima está a informação: “Barac Obama, presidente eleito […]

Pé atrás

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    O Ari Tomazini anda com o pé atrás. Ele não confia nem um pouquinho no argüir. O verbo parece camaleão. Uma hora aparece com trema. Outra, com acento. Mais adiante, nem uma coisa nem outra. Afinal, qual é a dele? No presente do indicativo, ou seguido de i, tem dois sons. Ora é pronunciado e tônico. Leva acento agudo. Ora, pronunciado e átono. […]