Verbos pecadores 7: adequar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Há verbos e verbos. Uns adoram a família. São os rizotônicos. A sílaba tônica cai sempre no radical. É o caso de cantar, comer e dividir. Outros ignoram a raiz. São os arrizotônicos. A sílaba tônica cai sempre fora do radical. Vale o exemplo de adequar. Ele só se conjuga nas formas em que a fortona cai fora do radical. O xis do problema é […]

Verbos pecadores 6: ver e vir

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Se eu vir Maria? Se eu ver Maria? Se eu vier de São Paulo? Se eu vir de São Paulo? Olho no futuro do subjuntivo. Ele se forma do pretérito perfeito do indicativo. Mais precisamente: da 3ª pessoa do plural sem o –am final: Pretérito perfeito: eu vi, ele viu, nós vimos, eles vir(am) Futuro do subjuntivo: se eu vir, ele vir, nós virmos, eles […]

Verbos pecadores 4: mediar & gangue do MARIO

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Pai e filho dão tremenda dor de cabeça. Mediar e remediar fazem parte da gangue do MARIO. Conhece? O nome da turma barra pesada se formou com a letra inicial de cada membro — mediar, ansiar, remediar, incendiar e odiar. Todos se conjugam como odiar. Assim: odeio (medeio, anseio, remedeio, incendeio), odeia (medeia, anseia, remedeia, incendeia), odiamos (mediamos, ansiamos, remediamos, incendiamos), odeiam (medeiam, anseiam, remedeiam, […]

Verbos pecadores 3: intervir

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Quem vê cara não vê coração? Às vezes vê. Intervir serve de exemplo. Filhote de vir, conjuga-se como o paizão: eu venho (intervenho), ele vem (intervém), nós vimos (intervimos), eles vêm (intervêm); eu vim (intervim), ele veio (interveio), nós viemos (interviemos), eles vieram (intervieram). E por aí vai. Muitos vão contra os mandamentos gramaticais. Juram que intervir deriva de ver. Escrevem “interviu”. Pecam contra a […]

Verbos pecadores 2: possuir

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ops! Cuidado com aquela força irresistível que nos empurra para a perdição. Quando ela atacar, pare, pense e reze. Possuir pertence à 3ª conjugação. Mas foge à regra. O desvio reside na 3ª pessoa do singular. Os irmãozinhos terminam com e (ele parte, divide, dorme). Possuir pulou a cerca. Trocou o e pelo i. Muita gente desconhece o resultado. Escreve “possue”. Peca. A saída? Ajoelhar-se, […]

Verbos pecadores 1: cear, passear, frear & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Eles se apresentam com vestes angelicais, mas escondem tentações ameaçadoras. O perigo mora no presente do indicativo e do subjuntivo. Eu, tu, ele, eles exibem um vistoso i. O nós e o vós não lhe dão vez. Veja: ceio (presenteio, passeio, freio, homenageio), ceias (presenteias, freias, passeias, homenageias), ceia (presenteia, freia, passeia, homenageia), ceamos (presenteamos, ceamos, passeamos, homenageamos), ceais (presenteais, freais, passeais, homenageais), ceiam (presenteiam, […]

Um terço dos contaminados apresentou sintomas? Apresentaram sintomas?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ops! A dúvida assalta gregos e troianos. Mas dirimi-la é fácil como andar pra frente. Trata-se do partitivo — parte de um todo. A língua tem expressões partitivas. É o caso de parte de, uma porção de, grupo de, o resto de, a metade de, a maioria de, um terço de. Etc. e tal. Quando seguidas de complemento plural, o verbo se esbalda. Pode concordar […]