Ninguém o ama, ninguém o quer

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Você gosta de ouvir um redondo não? Ninguém gosta. Nem os bebês. Dizem que a criança que escuta muitos nãos nos primeiros meses de vida grava a negação na mente. Aí, Deus a acuda. Candidata-se ao título de adulto infeliz. Para alegria do psicólogo, claro.   O leitor e o ouvinte também têm horror a esse advérbio. Fazem tudo para ignorá-lo. Muitas vezes, […]

Quero saber

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Elder Morais, de Brasília, escreveu: “Entrei no metrô e li a placa: `Assentos destinados preferencialmente a portadores de necessidades especiais´. Fiquei na dúvida se haveria ou não o acento indicador de crase. Apelei, então, para o troca-troca. Substituí o a por aos. Deu certo: assentos destinados preferencialmete aos portadores de necessidades especiais. E daí?     Ambas as formas estão corretas, mas dão recados […]

Operação Toque de Midas

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Eike Batista caiu na malha da Polícia Federal. Suspeito de fraudes na concessão da Estrada de Ferro do Amapá, o homem mais rico do Brasil teve o escritório e a casa vasculhados por técnicos durante seis horas. Ufa!   A ação recebeu o nome de Operação Toque de Midas. O batismo não é casual. Tem tudo a ver com o talento do ex-marido da […]

Donas da poesia

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    O que a portuguesa Florbela Espanca e a brasileira Adélia Prado têm em comum? A poesia. Elas são:   a. poetas   b. poetisas   A confusão surgiu com Cecília Meireles. Ela exigia ser chamada de poeta. Atribuía ao feminino juízo de valor. “Poetisa”, dizia ela, “é qualquer mulher que faz versos; poeta, uma autora de mérito.”   Pergunta-se: embaixadora, doutora ou professora são profissionais menores? […]

dad,

Publicado em Deixe um comentárioGeral

                    Meio-dia e meia        É isso mesmo. Nessa locução há uma palavrinha escondida. É hora. Oculta, conta como se estivesse presente: meio-dia e meia (hora). Não é isso? Pense um pouquinho. Meio-dia e meio significa meio-dia e meio dia. O que quer dizer? Nem Deus sabe.   

Metade da hora

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Que horas são?  São 12h30. Ou é meio-dia e meia. Isso mesmo. Na locução, há uma palavrinha escondida. É hora. Oculta, conta como se estivesse presente: meio-dia e meia (hora). Duvida? Pense um pouquinho. Meio-dia e meio significa meio-dia e meio dia. O que quer dizer? Nem Deus sabe. 

Com nós ou conosco?

Publicado em Deixe um comentárioGeral

        “Existe a forma com nós? Ou o pronome nós, casadinho, vira sempre conosco?”. É a leitora Carla Helena, do Gama, quem pergunta. “Sempre que vou falar ou escrever”, confessa ela, “paro, cheia de dúvida.´´         O com nós, Carla, só se emprega quando acompanhado de palavras reforçadoras como próprio, mesmo, todo: Os livros ficarão com nós todos. As crianças saíram com nós dois ontem […]

Cara de um, focinho de outro

Publicado em Deixe um comentárioGeral

 A preposição para e a terceira pessoa do singular do verbo parar (ele pára) têm a mesma cara. Para não confundi-las, acentue o verbo: O ônibus pára em lugares certos.    O elemento pára, que entra na composição de alguns compostos, vem do verbo parar. Tem o sentido de proteger contra, aparar. Usa-se sempre com hífen: pára-choque, pára-brisa, pára-raios, pára-sol, pára-lama, pára-luz.   Cuidado: não […]