universe-2581135_960_720

TAMBÉM ESPIRITUAIS

Publicado em Espiritualidade

Não dá mais para negar as evidências de que nós não somos apenas matéria, mas, antes de tudo, espírito. Por isso costumo recomendar aos meus pacientes que, além da psicoterapia e do eventual uso de medicação, façam relaxamento, ouçam boas músicas, assistam a bons filmes, leiam bons textos e, principalmente, exercitem a .

Vivemos num mundo ainda muito materialista, esquecidos de que não somos um corpo que abriga um espírito. Somos um espírito que usa um corpo, instrumento indispensável para que estejamos neste planeta. E somos parte de um todo perfeitamente integrado e harmônico. Nunca estamos sós. Estamos, todo o tempo, interagindo energeticamente com os outros humanos, com os animais, com os vegetais, com os minerais, com um mundo visível e com um mundo invisível, com o universo, com o próprio Criador.

Nesta semana, uma paciente me dizia o quanto está preocupada com a irmã, que já esteve internada por um transtorno psiquiátrico, que, de repente, por conta própria, suspendeu a medicação que vinha tomando há anos, com sucesso, e entrou numa espécie de surto. E foi conversando que descobri que a doente, além de não estar sendo acompanhada por um psicoterapeuta, não pratica nenhuma espécie de religião.

Costumo dizer que não estamos neste mundo a passeio, mas a trabalho. Isso também envolve prazer, mas mais dificuldades, que fazem parte do tipo de vida que ainda levamos. As pessoas estão sempre em crise. Quando não é por falta de dinheiro ou por um desentendimento familiar, é por um outro tormento qualquer. E até mesmo quem está com tudo em ordem pode, sem mais nem menos, sentir-se invadir por um enorme vazio existencial.

Como é possível acreditarmos que alguém que sofre de um problema que é primariamente da alma consiga superar essas dificuldades apenas com medicação, sem um apoio emocional, sem um socorro espiritual?

Viver não é brincadeira não. E é muito mais do que muitos imaginam. É ter consciência do que realmente somos, que vai muito além do que costumamos ver no espelho. Viver é procurar, pacientemente, incessantemente e profundamente o autoconhecimento. Viver é trabalhar para a própria melhoria e para a melhoria do outro, do planeta, do universo. Viver é expandir a consciência. Viver é buscar o divino que existe em cada um de nós, sem exceção.

Assim, se você está doente, procure um médico. Se está emocionalmente fragilizado, procure um psicoterapeuta. Mas tenha em mente que você é um ser espiritual. Se tem fé, exercite-a. Se não conseguir fazer isso sozinho, procure uma igreja, casa de oração, uma religião, seja ela qual for. O importante é que você se sinta espiritualmente acolhido. Todos os caminhos levam a Deus.

Publicado no Tribuna do Brasil de 08/06/2007  – Caderno TBprograma, Coluna Psicoproseando…com Maraci

Gostou deste post? Então, leia também: O GÊNIO E A DOR  e TAMBÉM MATERIAIS

19 thoughts on “TAMBÉM ESPIRITUAIS

  1. Isso é uma verdade que precisa ser revelada ao mundo.Precisamos viver aquilo que nos foi programado desde a fundação da terra.Acho que estamos vivendo apenas o aqui e agora,esquecendo do verdadeiro significado da vida,o Amor,o Afeto,a Bondade,a Generosidade entre outros atos que influencie as futuras gerações a fazer o Bem,reconhecendo o valor da vida.

    Forte abraço Drª: Maraci Santana.

  2. Matéria excelente, queria só deixar meu breve conhecimento, A mente tem um poder muito grande sobre as pessoas, o cérebro e capaz de muitas coisas, igual o filme que foi lançado este ano ‘Fragmentado” que mostra um homem que tem 23 personalidades distintas ,e como uma pessoa considerada normal, acaba ficando ‘louca’ de uma hora pra outra, como tornar uma pessoa super dotada como Nikola Tesla que e um dos cientistas mais conhecidos, acabou no ostracismo e acabou sendo visto como um cientista louco e Morreu pobre, isso mostra o quanto estamos aqui só de passagem nessa terra.

  3. Mensagem recebida via WhatsApp, enviada por Tatiana: “O outro já havia lido que amei, agora este veio muito a calhar! Obrigada 😍”

  4. Mensagem recebida via WhatsApp, enviada por Viviana: “Teus textos são ótimos em vários aspectos. Mas este foi excelente!!! 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼 😘

  5. Mais uma mensagem impregnada de realidade e muita consciência!! Não dá pra andar por aí só com as pernas (corpo), é preciso caminhar tb em harmonia com o espírito. Deus é a unidade de tudo!

  6. Mensagem recebida via WhatsApp, enviada por José Haroldo: “Seus textos são excelentes, Maraci. Parabéns e, por favor, continue me brindando com essas preciosidades”.

  7. Maraci querida amiga um grande abraço. Gostaria de fazer um comentário quando você diz que…”que não somos um corpo que abriga um espírito. Somos um espírito que usa um corpo, instrumento indispensável para que estejamos neste planeta”… e, exatamente me ocorre a pergunta quando “morremos” dizem que “sobrevive” o espírito. Muito bem. Então dá pra concluir que ao nascermos (matéria pura) lindos e cheirosinhos “recebemos” um espírito que terá tempo certo de vida material e que já traz também uma linha de vida pré traçada para o bem ou para o mal? Inclusive com conhecimento da forma como irá “despir-se” da sua “roupa” material ? Dá pra explicar?

    1. Ediiiiiiiiinho!!!!!!!!!! Que bom falar com você de novo!!!!!!!!!!!!!! Primeiramente, o meu entendimento vem da Filosofia Espírita, que faz todo sentido pra mim. Não quero dizer que estou falando em nome do Espiritismo, já que não me considero competente para tanto. As reflexões são minhas, a partir da Doutrina. Então, vamos por etapas.
      Você disse: “quando ‘morremos’ dizem que ‘sobrevive’ o espírito”.
      Na verdade, não morremos jamais, só o corpo morre. Somos imortais. Nós vivemos e o corpo vai sobrevivendo, apesar das doenças, catástrofes, violências, da nossa falta de cuidado, até que ele morre e dele nos desligamos.
      Você também disse: “ao nascermos (matéria pura) lindos e cheirosinhos ‘recebemos’ um espírito que terá tempo certo de vida material e que já traz também uma linha de vida pré traçada para o bem ou para o mal?”.
      Para nascermos, precisamos de um corpo físico. Não é o corpo que recebe o espírito, é o espírito que recebe o corpo. O planejamento para aquela vivência que se inicia não é para o corpo, é para o espírito, que recebe o corpo que o permitirá aprender o que tiver que ser aprendido. Esse planejamento é para o bem, mas temos o livre-arbítrio e podemos lançar mão do mal, que também compõe a energia deste planeta, com o qual nos identificamos.
      Por último, você perguntou: “Inclusive com conhecimento da forma como irá ‘despir-se’ da sua ‘roupa’ material ?”.
      Por que não? O desligamento do corpo é parte do planejamento, já que ninguém fica pra semente. Ter conhecimento de como ele acontecerá pode ser do conhecimento do espírito que está pra reencarnar.
      Mas, em geral, não lembramos. Mesmo aqueles que sabem como vão desencarnar, que participaram ativamente desse planejamento, em geral não lembram e esse não lembrar pode ser a pedido do próprio espírito. Nós ainda estamos presos demais à matéria para não nos afetarmos e não fugirmos da nossa missão se soubermos que vamos, por exemplo, morrer amanhã ou daqui a três anos de acidente.
      Além do mais, os planejamentos não são imutáveis, vão se adaptando, sofrendo alterações, conforme o espírito vai percorrendo a nova estrada. Nada é imutável. Vamos colhendo conforme vamos plantando. Acredito que, se não fosse assim, o ser humano já estaria há muito extinto, engessado por essa imutabilidade.
      Tudo sempre está em movimento. E, por pior que possa parecer a situação, ela está de acordo com as Leis que regem o Universo, que nos conduzem na direção do bem, por mais que relutemos. E quer saber? Falamos muito em bem e mal, mas não acredito na existência do mal, mas no bem que ainda não conseguiu se mostrar.
      Muito bom falar com você. Continue acompanhando o Blog, comentando, mandando sugestões, contribuições. Este espaço é nosso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*