Crédito: Carlos Vieira
Crédito: Carlos Vieira Crédito: Carlos Vieira

Rosso planeja integrar sistemas dos hospitais do DF e Entorno para melhorar atendimento

Publicado em CB.Poder

Candidato do PSD ao Palácio do Buriti, o deputado federal licenciado Rogério Rosso dedicou a tarde desta terça-feira (25/09) a caminhadas em Santa Maria. Entre as andanças, ouviu reclamações de moradores que buscaram, mas não conseguiram atendimento no Hospital Regional ou no Gama, cidade vizinha, e, portanto, tiveram de recorrer às regiões do Entorno. Ao eleitorado, o pessedista assegurou a modernização destes centros médicos e a integração dos sistemas de unidades de saúde do Distrito Federal e de regiões limítrofes.  

 

Rosso classificou como “de extrema importância para a condução de tratamentos” a união das informações de pacientes. “Prontuários reúnem resultados de exames, medicamentos, histórico. Uma brecha nisso pode prejudicar o atendimento”, pontuou. De forma simultânea, o candidato pretende ampliar o Hospital Regional do Gama, promover melhorias no de Santa Maria e construir policlínicas.

 

Conforme o pessedista, os projetos justificam-se pelas demandas ouvidas nas ruas. Morador da cidade, Jaime Manoel, 59 anos, aguardou atendimento, ontem, no Hospital Regional das 7h às 19h30. Ele acompanhava a esposa, que reclamava de dores no estômago. Para conseguir exames e medicação, teve de recorrer à unidade de Novo Gama. “Não é a primeira vez. Na última semana, levei minha filha, que está grávida de cinco meses, e também tive de ir ao Entorno. Precisamos de políticos que olhem para nós”, reclamou.

 

Segurança

 

Na peregrinação, o candidato ao Executivo local abordou moradores e comerciantes com a mesma pergunta: “Se você fosse governador do DF, o que faria primeiro pela sua cidade?”. A maior parte das resposta resumiu-se ao reforço da segurança pública. O pessedista, então, elencou propostas para o setor.

 

O deputado federal pretende aumentar o efetivo nas ruas. “Nossa ideia é contratar 2 mil policiais por ano durante o mandato”, disse. E emendou: “Também colocaremos as delegacias para funcionar 24 horas por dia. Garantiremos uma área específica delas para o atendimento à mulher, enquanto construímos as unidades especializadas”. O pessedista ainda pretende monitorar a entrada e saída da cidade com câmeras e sensores.

 

Adversário condenado

 

Questionado sobre a condenação do adversário na corrida pelo GDF Alberto Fraga (DEM) a quatro anos e dois meses de prisão em regime semiaberto por concussão — exigência de vantagem indevida em razão do cargo ocupado —, Rosso preferiu se esquivar da polêmica. “Estou nessa campanha para focar em propostas e no diálogo com a população. Não cabe a mim falar sobre isso. Mas é importante que o eleitor faça a avaliação do perfil de cada candidato”, pontuou.

 

De acordo com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Fraga exigiu e recebeu R$ 350 mil em propina para assinar contratos de adesão entre o GDF e uma cooperativa de micro-ônibus em 2008, à época em que comandava a Secretaria de Transporte, na gestão de José Roberto Arruda (PR).

  • José Ferreira

    A proposito, o que será feito daquele complexo de edifícios fantasmas que foram erguidos aonde ficava a antiga rodoviária de Taguatinga?

  • José Ferreira

    Sr. Rosso,
    O que será feito daquele complexo de edifícios fantasmas que foram erguidos aonde ficava a antiga rodoviária de Taguatinga?