Crédito: Minervino Júnior
Crédito: Minervino Júnior Crédito: Minervino Júnior Crédito: Minervino Júnior

Fraga quer destinar verba a administrações para a realização de pequenas obras

Publicado em CB.Poder

Pedro Grigori

 

O candidato ao Palácio do Buriti Alberto Fraga (DEM) caminhou pela Avenida Comercial do Núcleo Bandeirante na tarde desta segunda-feira (24/9). Para resolver questões pontuais nas cidades, como a manutenção de calçadas e de Pontos de Encontro Comunitários, o deputado federal quer destinar uma verba específica às administrações. “Receberão uma dotação orçamentária para fazer pequenos reparos”, explica.

 

Ao dar maior autonomia às administrações, Fraga acredita que a cobrança aos titulares dos órgãos aumentará de forma gradativa e que, portanto, eles serão dispensados, caso não deem o retorno que a população espera. O deputado federal explicou também como planeja escolher os nomes que ocuparão esses cargos. “Será através de uma lista tríplice de moradores das cidades. Eles fazem votações, indicam três nomes e nós escolhemos um deles. A decisão será do governador”, assegurou.

 

Fraga também assumiu compromissos para resolver problemas de segurança e saúde no Núcleo Bandeirante, os quais ele afirma que são as principais fontes de queixas ouvidas nas caminhadas. “Faremos com que os postos de saúde funcionem 24 horas com pelo menos três médico: pediatra, clínico geral e ginecologista”.

 

O democrata alegou que, em um primeiro momento, não será necessário fazer novas contratações. “Temos mais de cinco mil médicos na rede pública. Quero saber onde eles estão. Vamos cobrar comparecimento e frequência”, disse.

 

Fraga ainda cumprimentou agentes ao passar em frente à 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante), onde ouviu cobranças em relação à paridade salarial entre a Polícia Civil e a Federal. “É um absurdo um governo deixar mais que a metade das suas delegacias fechadas”, respondeu. Fraga reafirmou o compromisso de  utilizar câmeras de segurança para monitorar ruas e vias das cidades do DF.