Sesipe
Sesipe Crédito: Breno Fortes/CB/D.A Press. Brasil. Brasilia- DF Sesipe

Delegado da Polícia Civil vai assumir comando do sistema penitenciário do DF

Publicado em CB.Poder

ANA MARIA CAMPOS

O delegado Celso Wagner de Lima, da Polícia Civil, foi escolhido para o cargo de subsecretário do Sistema Penitenciário (Sesipe), no lugar de Osmar Mendonça de Souza, que também é delegado aposentado.

Celso Wagner hoje é o coordenador-geral do sistema penitenciário. O nome dele foi confirmado pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB) ao Correio. Assim que tomar posse, o novo titular da Sesipe deverá escolher o diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP), em substituição ao agente policial de custódia José Mundim Júnior.

A troca no comando ocorreu como repercussão à Operação Bastilha, deflagrada no último domingo (17/06) pela Divisão de Repressão a Facções Criminosas (Difac) da Coordenação de Combate ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária (Cecor).

Ao cumprir buscas e apreensões nas celas do ex-senador Luiz Estevão e do ex-ministro Penitenciária  Geddel Vieira Lima, os policiais civis flagraram várias regalias permitidas dentro do bloco 5 do CDP. Luiz Estevão mantinha a biblioteca do bloco como um escritório particular, portava pen-drives, mantinha uma tesoura, considerada uma arma proibida no ambiente carcerário, e ainda privilégios como chocolates e barras de cereais, além de medicamentos.

Outro privilégio detectado é a distribuição das celas. Luiz Estevão ocupa uma cela grande, com capacidade para seis internos, com apenas um preso, o ex-ministro José Dirceu. Numa cela ao lado, nove idosos dividem o ambiente. O ex-ministro Geddel Vieira Lima está preso em ambiente com outros nove internos. Segundo o delegado Thiago Boeing, Luiz Estevão era o “rei do presídio”.

Rollemberg disse que aceitou a sugestão do secretário de Segurança Pública e Paz Social, Cristiano Barbosa.

Celso Wagner tem experiência no sistema penitenciário. Já foi, inclusive, diretor da Penitenciária do Distrito Federal 1 (PDF).

  • Silva Silva Silva

    Coloca uma bola de ferro nos pés desse luiz Estevão, ladrão de dinheiro público, e coloca ele para capinar o mato em torno da papuda. Acho que assim esse pilantra toma jeito.

  • Carlos

    Não achou nada demais, o pendrive certamente deve conter música ou filme, pois seria muita ingenuidade de alguém supor que o Luiz Estêvão ou Zé Dirceu iria levar pra carceragem um pendrive contendo alguma informação privilegiada de algo, não teria lógica, se tivessem encontrado uma arma de fogo ou drogas eu daria até um desconto , estão fazendo muito alarde por pouca coisa. Ao invés de perder tempo com essa fuleragem poderia ter usado essa quantidade de polícia para se fazer uma operação com o objetivo de diminuir a violência.