9CD82738-785B-4EC9-94BC-83AFA9BF7881

Bolsonaro defende o fim dos pardais e radares móveis no DF

Publicado em CB.Poder
ANA MARIA CAMPOS

Ao participar hoje (10/08) da Marcha de Jesus, o presidente Jair Bolsonaro abriu uma guerra ao que chama de “indústria de multas” no Distrito Federal. E, em seu discurso, conclamou o governador Ibaneis Rocha (MDB) a se unir nessa batalha eliminando das ruas da capital os pardais e radares móveis.

 

Bolsonaro discursou: “Ninguém consegue andar no DF sem ser multado. Isso é uma covardia. Chega de roubar o povo brasileiro”.

 

O presidente acrescentou: “Tenho certeza que o governador vai estudar esse caso e vai acabar com essa roubalheira aqui em Brasília também, a exemplo do governador Ronaldo Caiado, de Goiás, que acabou com os pardais lá e nas próximas semanas vão acabar também com os radares móveis que o pessoal fica atrás de uma árvore para multar você num retão”.

 

Ao Correio, Ibaneis disse que também não concorda com equipamentos eletrônicos de controle de velocidade que ficam escondidos apenas para multar, mas considera os pardais importantes para preservar vidas no trânsito. “Sou pela paz no trânsito”, afirmou.

 

Segundo Ibaneis, a legislação é cumprida no DF e o presidente tem poderes para alterar as regras estabelecidas pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), se considerar pertinente. “Aqui a gente cumpre a lei”, disse Ibaneis que estava também na Marcha para Jesus e conversou com Bolsonaro sobre o assunto.